Os intercambistas afirmam unanimemente: “Foi intenso!”

“Acho que nenhum de nós esperava que desde o primeiro dia a gente fosse chegar e fazer amizades, conhecer todos os lugares que nós conhecemos e aprender tudo que aprendemos durante o curso, então não tem outra palavra para resumir senão intenso”, diz Tailah Ponsi. Juntamente com Francine Tessele, Thaís Anelli e Leopoldo de Vasconcelos Neto, Tailah realizou, recentemente, pela FADISMA, intercâmbio na Universidade Bernardo OHiggins (UBO), em Santiago do Chile. Os estudantes passaram quinze (15) dias de maio em um curso que tratou das perspectivas latino-americanas sobre Direitos Humanos, no qual aprofundaram os conhecimentos acerca da Convenção Americana sobre Direitos Humanos e fizeram comparações entre as constituições do Brasil, e do Chile. “Essa análise acrescentou muito na nossa carga acadêmica. Teve muito debate, ajuda, discussão. Todos se ajudavam”, relata Francine.

Foco no Direito Internacional

Pelo enfoque internacional dado pela FADISMA durante a graduação, os estudantes já tinham a base necessária para o curso no Chile. “Com esse curso, eu tive o contato com a realidade e um estudo na prática. Eu tinha uma ideia dessa área do Direito Internacional, Direito Comparado, Direitos Humanos, mas depois desse curso eu tive a certeza de que quero seguir nessa linha. E também me deu certeza quanto a minha escolha da FADISMA pelo foco internacional”, diz Thaís. Tailah completa: “A FADISMA sempre nos mostrou que o âmbito do Direito não fica só aqui nas nossas leis, mas temos outras possibilidades de futuro e nesse intercambio deu pra gente conviver bem com isso”. O programa incluía muitas atividades acadêmicas e sociais, entre elas produção de trabalhos, pesquisas, visita a pontos turísticos. O tempo foi curto para conhecer as tantas atrações que o Chile oferece, mas eles dizem ter tido uma boa ideia de como é o povo de lá, como conta Francine: “Pelo que eu percebi, são pessoas muito religiosas. Tem várias igrejas lá e os chilenos conhecem a história dos santos. Também vimos muitas manifestações, eles buscam os direitos deles coletivamente. Isso nos tocou muito. Eles vão à luta, vão atrás.”

Os resultados

Do curso, será publicada uma edição especial de uma revista com artigos dos alunos da FADISMA e de outros participantes. O método estudado para a elaboração dos artigos foi o francês e será preciso resumo em três línguas diferentes, bibliografia com 12 livros, sendo um deles em inglês. As exigências do trabalho não assustam os alunos. “Para mim, esse trabalho científico vai ser um desafio, mas vai me preparar bem para a produção da minha monografia ano que vem. Com certeza, os frutos a gente vai colhendo”, afirma Thaís.E ela ainda diz mais: “Eu só tenho a agradecer à FADISMA por organizar esse curso de curta duração tanto aqui quanto lá. Eu percebi que tudo foi planejado nos mínimos detalhes: infra-estrutura, logística, acompanhamento. A gente pode só focar no estudo e aproveitar o lado cultural da viagem, porque não precisamos nos preocupar com os imprevistos”.

Intercambistas daqui e de lá

“Uma colega escreveu para a gente que não seria um adeus, mas um até logo, um ‘hasta pronto’”, diz Thaís, já ansiosa pela vinda dos chilenos em agosto, quando passarão uma temporada na FADISMA. Os alunos daqui já têm planos para quando os colegas do outro país chegarem. Quando estavam no intercâmbio no Chile, os alunos da FADISMA publicaram suas experiências em um blog e agora esperam que os chilenos utilizem o espaço para registrar o que acontecer por aqui. Os posts para o blog eram feitos de forma coletiva. Todas as noites eles se juntavam para escrever. “Eu nunca tinha tido essa experiência de blogueira, mas com o passar dos dias eu já pensava ‘essa foto tem que ir pro blog’, ou ‘isso vai pro blog’”, relata Thaís. Depois da participação, os alunos querem publicar os posts do blog em forma de livreto.Essa experiência não termina por aqui. Quer acompanhar? Acesse os links abaixo e fique ligado aqui no site da FADISMA.Veja o clipe com as fotos da viagem: http://www.youtube.com/watch?v=UeKwzFYgjSEBlog com os relatos dos alunos: http://www.intercambiofadismaubo.blogspot.com/

Assessoria de Imprensa FADISMATexto: Luciana Minuzzi / Dois Agência de ConteúdoRevisão: Liana [email protected]

“Acho que nenhum de nós esperava que desde o primeiro dia a gente fosse chegar e fazer amizades, conhecer todos os lugares que nós conhecemos e aprender tudo que aprendemos durante o curso, então não tem outra palavra para resumir senão intenso”, diz Tailah Ponsi. Juntamente com Francine Tessele, Thaís Anelli e Leopoldo de Vasconcelos Neto, Tailah realizou, recentemente, pela FADISMA, intercâmbio na Universidade Bernardo OHiggins (UBO), em Santiago do Chile. Os estudantes passaram quinze (15) dias de maio em um curso que tratou das perspectivas latino-americanas sobre Direitos Humanos, no qual aprofundaram os conhecimentos acerca da Convenção Americana sobre Direitos Humanos e fizeram comparações entre as constituições do Brasil, e do Chile. “Essa análise acrescentou muito na nossa carga acadêmica. Teve muito debate, ajuda, discussão. Todos se ajudavam”, relata Francine.

Foco no Direito Internacional

Pelo enfoque internacional dado pela FADISMA durante a graduação, os estudantes já tinham a base necessária para o curso no Chile. “Com esse curso, eu tive o contato com a realidade e um estudo na prática. Eu tinha uma ideia dessa área do Direito Internacional, Direito Comparado, Direitos Humanos, mas depois desse curso eu tive a certeza de que quero seguir nessa linha. E também me deu certeza quanto a minha escolha da FADISMA pelo foco internacional”, diz Thaís. Tailah completa: “A FADISMA sempre nos mostrou que o âmbito do Direito não fica só aqui nas nossas leis, mas temos outras possibilidades de futuro e nesse intercambio deu pra gente conviver bem com isso”. O programa incluía muitas atividades acadêmicas e sociais, entre elas produção de trabalhos, pesquisas, visita a pontos turísticos. O tempo foi curto para conhecer as tantas atrações que o Chile oferece, mas eles dizem ter tido uma boa ideia de como é o povo de lá, como conta Francine: “Pelo que eu percebi, são pessoas muito religiosas. Tem várias igrejas lá e os chilenos conhecem a história dos santos. Também vimos muitas manifestações, eles buscam os direitos deles coletivamente. Isso nos tocou muito. Eles vão à luta, vão atrás.”

Os resultados

Do curso, será publicada uma edição especial de uma revista com artigos dos alunos da FADISMA e de outros participantes. O método estudado para a elaboração dos artigos foi o francês e será preciso resumo em três línguas diferentes, bibliografia com 12 livros, sendo um deles em inglês. As exigências do trabalho não assustam os alunos. “Para mim, esse trabalho científico vai ser um desafio, mas vai me preparar bem para a produção da minha monografia ano que vem. Com certeza, os frutos a gente vai colhendo”, afirma Thaís.E ela ainda diz mais: “Eu só tenho a agradecer à FADISMA por organizar esse curso de curta duração tanto aqui quanto lá. Eu percebi que tudo foi planejado nos mínimos detalhes: infra-estrutura, logística, acompanhamento. A gente pode só focar no estudo e aproveitar o lado cultural da viagem, porque não precisamos nos preocupar com os imprevistos”.

Intercambistas daqui e de lá

“Uma colega escreveu para a gente que não seria um adeus, mas um até logo, um ‘hasta pronto’”, diz Thaís, já ansiosa pela vinda dos chilenos em agosto, quando passarão uma temporada na FADISMA. Os alunos daqui já têm planos para quando os colegas do outro país chegarem. Quando estavam no intercâmbio no Chile, os alunos da FADISMA publicaram suas experiências em um blog e agora esperam que os chilenos utilizem o espaço para registrar o que acontecer por aqui. Os posts para o blog eram feitos de forma coletiva. Todas as noites eles se juntavam para escrever. “Eu nunca tinha tido essa experiência de blogueira, mas com o passar dos dias eu já pensava ‘essa foto tem que ir pro blog’, ou ‘isso vai pro blog’”, relata Thaís. Depois da participação, os alunos querem publicar os posts do blog em forma de livreto.Essa experiência não termina por aqui. Quer acompanhar? Acesse os links abaixo e fique ligado aqui no site da FADISMA.Veja o clipe com as fotos da viagem: http://www.youtube.com/watch?v=UeKwzFYgjSEBlog com os relatos dos alunos: http://www.intercambiofadismaubo.blogspot.com/

Assessoria de Imprensa FADISMATexto: Luciana Minuzzi / Dois Agência de ConteúdoRevisão: Liana [email protected]

Imagem Formulário de Contato

Entre em contato

    Informa-se que a coleta e tratamento de dados pessoais pela Fadisma visa atender ao solicitado neste formulário, bem como para o envio de conteúdo institucional relativo aos serviços prestados por esta instituição, nos termos da nossa POLÍTICA DE PRIVACIDADE, a qual contém mais informações relevantes sobre o tema.

    Política de Privacidade