Professores da casa visitam Gabinete de Assistência Judiciária da UNISC e Núcleo de Justiça Restaurativa em Caxias

No próximo dia 26, os professores Pietro Toaldo Dal Forno, Coordenador do Núcleo de Práticas Jurídicas, e Candisse Schirmer, Vice-coordenadora de Graduação, estarão nos municípios de Santa Cruz do Sul e Caxias do Sul.No primeiro, o motivo é uma visita ao Gabinete de Assistência Judiciária (GAJ) do Curso de Direito da Universidade de Santa Cruz do Sul (Unisc). A instituição tornou-se parceira da FADISMA, ingressando a convite da mesma na Rede Latino-amerciana de Faculdades de Direito, da qual a FADISMA foi a primeira instituição brasileira a compor o grupo.A professora Candisse conta que, pessoalmente falando, seu vínculo com a Unisc teve início em 2002, quando começou seus estudos de Graduação e Mestrado na referida Universidade. Atualmente, ela participa de grupo de estudos ministrado pela prof.ª Pós-Doutora Marli Marlene Moraes da Costa, que estuda o tema da Justiça Restaurativa desde 2005. A FADISMA promoveu recentemente um curso de formação para os docentes na área e o relacionamento possibilitou o convite para passagem em Caxias. Antes, contudo, especialmente, dada a presença do professor Pietro, devem conhecer o funcionamento do GAJ na Unisc com vistas justamente na troca de experiências e relacionamento.“Para nós é muito importante conhecer o trabalho deles e falar sobre o nosso. Somos parceiros e a troca, quando se trata de conhecimento, é sempre promissora”, comenta o professor Pietro.Sobre a viagem à Caxias, Candisse conta que o objetivo é conhecer o Núcleo em Justiça Restaurativa, que tem apoio da Universidade de Caixas do Sul (UCS). O segmento é coordenado pelo Dr. Leoberto Bracher (precursor da JR no Estado).“O curso recente que realizamos apontou ao nosso quadro docente a Justiça Restaurativa enquanto mecanismo de transformação social, uma vez que abre caminho para a forma participativa de promoção da paz social, dando possibilidade de conciliação às vítimas e, aos agressores, de resolverem os transtornos oriundos dos conflitos sociais. Queremos, constantemente, saber mais sobre, acerca das possibilidades de aplicação, oferecer o conhecimento aos nossos alunos, literalmente progredir na área e estamos atrás disso. É esse o sentimento de cada docente inicialmente capacitado nessa seara”, explica a professora Candisse.O professor Pietro complementa adiantando que a perspectiva local, na FADISMA, é a implementação de um Centro de Mediação e Práticas Restaurativas junto ao Núcleo de Prática Jurídica da FADISMA.Mais – A formalização do ingresso da Unisc à Rede Latino-americana de Faculdades de Direito ocorre entre os dias 21 e 24 de junho, em Assunción, no Paraguai.*O curso realizado recentemente pela FADISMA em Justiça Restaurativa foi ministrado por Isabel Cristina Martins Silva. Ela é Servidora na 3ª Promotoria de Justiça Especializada da Infância e Juventude de Santa Maria e na Promotoria de Justiça Regional de Educação de Santa Maria. Também é Bacharel em Direito pela Faculdade Metodista de Santa Maria, RS (FAMES); tem Formação em Coordenadora de Práticas Restaurativas pela Escola Superior da Magistratura/AJURIS, RS; é Pós-Graduanda do Curso de Especialização em Direito com ênfase na temática da Criança e do Adolescente pela Fundação Escola Superior do Ministério Público do Rio Grande do Sul; possui formação em Mediação Judicial pelo CNJ e; é membro do Comitê de Prevenção à Violência da SEDUC/RS.Liana Merladete / Dois Agência de Conteú[email protected]

Vice-coordenação de graduação e coordenação de práticas jurídicas aprimoram conhecimento e pretendem trazer novidades para a Instituição.

No próximo dia 26, os professores Pietro Toaldo Dal Forno, Coordenador do Núcleo de Práticas Jurídicas, e Candisse Schirmer, Vice-coordenadora de Graduação, estarão nos municípios de Santa Cruz do Sul e Caxias do Sul.No primeiro, o motivo é uma visita ao Gabinete de Assistência Judiciária (GAJ) do Curso de Direito da Universidade de Santa Cruz do Sul (Unisc). A instituição tornou-se parceira da FADISMA, ingressando a convite da mesma na Rede Latino-amerciana de Faculdades de Direito, da qual a FADISMA foi a primeira instituição brasileira a compor o grupo.A professora Candisse conta que, pessoalmente falando, seu vínculo com a Unisc teve início em 2002, quando começou seus estudos de Graduação e Mestrado na referida Universidade. Atualmente, ela participa de grupo de estudos ministrado pela prof.ª Pós-Doutora Marli Marlene Moraes da Costa, que estuda o tema da Justiça Restaurativa desde 2005. A FADISMA promoveu recentemente um curso de formação para os docentes na área e o relacionamento possibilitou o convite para passagem em Caxias. Antes, contudo, especialmente, dada a presença do professor Pietro, devem conhecer o funcionamento do GAJ na Unisc com vistas justamente na troca de experiências e relacionamento.“Para nós é muito importante conhecer o trabalho deles e falar sobre o nosso. Somos parceiros e a troca, quando se trata de conhecimento, é sempre promissora”, comenta o professor Pietro.Sobre a viagem à Caxias, Candisse conta que o objetivo é conhecer o Núcleo em Justiça Restaurativa, que tem apoio da Universidade de Caixas do Sul (UCS). O segmento é coordenado pelo Dr. Leoberto Bracher (precursor da JR no Estado).“O curso recente que realizamos apontou ao nosso quadro docente a Justiça Restaurativa enquanto mecanismo de transformação social, uma vez que abre caminho para a forma participativa de promoção da paz social, dando possibilidade de conciliação às vítimas e, aos agressores, de resolverem os transtornos oriundos dos conflitos sociais. Queremos, constantemente, saber mais sobre, acerca das possibilidades de aplicação, oferecer o conhecimento aos nossos alunos, literalmente progredir na área e estamos atrás disso. É esse o sentimento de cada docente inicialmente capacitado nessa seara”, explica a professora Candisse.O professor Pietro complementa adiantando que a perspectiva local, na FADISMA, é a implementação de um Centro de Mediação e Práticas Restaurativas junto ao Núcleo de Prática Jurídica da FADISMA.Mais – A formalização do ingresso da Unisc à Rede Latino-americana de Faculdades de Direito ocorre entre os dias 21 e 24 de junho, em Assunción, no Paraguai.*O curso realizado recentemente pela FADISMA em Justiça Restaurativa foi ministrado por Isabel Cristina Martins Silva. Ela é Servidora na 3ª Promotoria de Justiça Especializada da Infância e Juventude de Santa Maria e na Promotoria de Justiça Regional de Educação de Santa Maria. Também é Bacharel em Direito pela Faculdade Metodista de Santa Maria, RS (FAMES); tem Formação em Coordenadora de Práticas Restaurativas pela Escola Superior da Magistratura/AJURIS, RS; é Pós-Graduanda do Curso de Especialização em Direito com ênfase na temática da Criança e do Adolescente pela Fundação Escola Superior do Ministério Público do Rio Grande do Sul; possui formação em Mediação Judicial pelo CNJ e; é membro do Comitê de Prevenção à Violência da SEDUC/RS.Liana Merladete / Dois Agência de Conteú[email protected]

Imagem Formulário de Contato

Entre em contato

    Informa-se que a coleta e tratamento de dados pessoais pela Fadisma visa atender ao solicitado neste formulário, bem como para o envio de conteúdo institucional relativo aos serviços prestados por esta instituição, nos termos da nossa POLÍTICA DE PRIVACIDADE, a qual contém mais informações relevantes sobre o tema.

    Política de Privacidade